O Portal de notícias de Alagoas

Brasil

Preso no Sertão de Alagoas um dos assassinos de Mércia Nakashima

09:47 - 23/06/2012 -- Plínio Lins


Evandro foi levado para a Academia da PM, no Trapiche

Atualizada às 14h15

Um trabalho de inteligência que reuniu várias instituições policiais resultou na prisão, na madrugada deste sábado (23), em um povoado no municíoio de Carneiros, no Sertão de Alagoas, do vigilante Evandro Bezerra da Silva, 40 anos, procurado pela Justiça paulista pelo assassinato e ocultação do cadáver da advogada Mércia Mikie Nakashima de 28 anos, em 23 de maio de 2010. Mércia foi trancada e afogada dentro de seu carro, que foi jogado na represa de Nazaré Paulista, interior de São Paulo, perto das margens da rodovia Dom Pedro I.

Segundo as investigações policiais, o principal suspeito no assassinato é o ex-namorado e ex-sócio de Mércia em um escritório de advocacia, Misael Bispo de Souza, que nega a autoria. Evandro o teria ajudado a matar a moça e ocultar o cadáver. Misael, que também é ex-policial militar, está preso desde fevereiro deste ano, quando se entregou no Fórum de Guarulhos, na Grande São Paulo. Ele era procurado desde 7 de dezembro de 2010, quando teve sua prisão decretada pela Justiça devido à morte de Mércia, sua ex-namorada.

Natural de Olho D'Água das Flores, no Sertão de Alagoas, Evandro estava foragido desde o assassinato.

Evandro foi transferido para a Academia Militar da Polícia Militar, no Trapiche, em Maceió. Ele chegou no início da tarde. Algemado com as mãos para trás e com um colete à prova de balas, eme foi rapídamente apresentado à imprensa.

Evandro confirmou que é alagoano de Olho D'Água das Flores. "Meus pais ainda moram lá", explicou. Disse que vivia em São Paulo desde 1989. Perguntado sobre sua participação no assassinato de Mércia Nakashima, disse apenas: "Só fui buscar o Misael", ou seja, seu álibi é botar a culpa do crime no ex-namorado da vítima e alegar que só fez o transporte do principal acusado depois de este cometer o crime.

O major PM Hermes Cordeiro, coordenador operacional do Comando de Policiamento da Capital (CPC), informou que Evandro só vai ficar em Maceió o tempo estritamente necessário até a Pollícia Civil paulista vir buscá-lo, o que deverá acontecer ainda neste sábado. Segundo o major, o acusado estava em Alagoas desde janeiro do ano passado, ou seja, há um ano e meio.

A polícia alagoana acredita que Evandro Bezerra, nesse período, atuou como planejador e chefe de grupos que praticaram diversos assaltos contra estabelecimentos comerciais, bancários e agências dos Correios em Alagoas.

Durante todo esse tempo, a união de esforços das agências de inteligência da Polícia Militar de Alagoas, do Grupo Especial de Combate a Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público Estadual, Força Nacional de Segurança Pública, Polícia Civil de São Paulo, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, buscaram localizar o criminoso.

A partir de uma denúncia anônima pelo telefone 181, Evando foi localizado no povoado Candu, zona rural de Carneiros, onde estava escondido. Com ele, a polícia apreendeu um revólver calibre 32 e munições, um a moto roubada com placa de outra moto também roubada, e duas toucas tipo balaclava. Ele foi cercado, recebeu voz de prisão e não resistiu.

 

 


Outras fotos da galeria:

Evandro é acusado de ajudar no assassinato e oculltação do corpo de Mércia

Polícia apreendeu moto roubada que estava com Evandro

Acusado tinha um revólver e munições

Advogada Mércia Nakashima foi assassinada em 2010

Ex-namorado de Mércia, Misael é o principal suspeito de matá-la

Evandro foi levado para a Academia da PM, no Trapiche

Evandro foi levado para a Academia da PM, no Trapiche

Evandro foi levado para a Academia da PM, no Trapiche

Major PM Hermes explica como foi a prisão