Com irregularidades graves, obras do Shopping Pátio em Arapiraca (AL) são embargadas

29/08/2012 17h26
Luciana Buarque

Obras foram suspensas por tempo indeterminado (Crédito: Digulgação)
Obras foram suspensas por tempo indeterminado (Crédito: Digulgação)

As obras de construção do Pátio Arapiraca Garden Shopping foram embargadas pelo Ministério do Trabalho, após vistoria realizada nesta quarta-feira (29). Uma equipe do órgão encontrou uma série de irregularidades que colocavam em risco a integridade física dos 432 operários, que já foram dispensados por tempo indeterminado, enquanto durar o embargo. Segundo o ministério, a construtora WR Engenharia – responsável pela obra – já foi notificada e será multada.

Irregularidades foram encontradas em todas as partes do canteiro de obras, segundo afirmou ao Tudo Na Hora o coordenador de Análise de Acidentes do MT em Alagoas, César dos Santos Fontoura. Os problemas foram classificados em sete itens, entre eles o risco de desabamento em diversos locais. Foi justamente o desmoronamento em parte da obra, que soterrou e feriu um operário na última sexta-feira (24), o que motivou a inspeção do ministério.

Também foram constatados problemas na parte elétrica da construção, falta de guarda-corpos (corrimão ou estrutura que protege os operários de quedas) e armazenamento de materiais em locais inadequados.

César Fontoura qualificou os problemas como “graves e iminentes”, tornando necessário o embargo imediato para preservar os funcionários. Caso descumpra a suspensão da obra, a construtora incorrerá nos crimes federais previstos pelos artigos 132 e 330 do Código Penal.

A partir de hoje, apenas alguns funcionários estão autorizados a entrar na obra para, somente, reparar os problemas técnicos apontados pela inspeção do MT. A construção do shopping só será retomada quando os reparos necessários forem feitos e após solicitação formal feita ao superintendente do Ministério do Trabalho no estado. Uma nova inspeção deve acontecer para que, então, a retomada da obra possa ser autorizada pela superintendência.

Procurada pelo Tudo Na Hora, a representação da WR Engenharia em Alagoas disse que somente a sede da empresa, em Fortaleza, poderia se pronunciar sobre o assunto. Já o departamento de Marketing da sede afirmou que buscará contato com o responsável antes de emitir informações sobre o caso. O Shopping Pátio afirma que está acompanhando a situação.

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente