Instrutor de academia é perseguido por veículos e assassinado a tiros

27/11/2012 07h20
Da Redação

Ângelo foi executado a tiros na noite desta segunda-feira (Crédito: 96fmarapiraca)
Ângelo foi executado a tiros na noite desta segunda-feira (Crédito: 96fmarapiraca)

O instrutor de academia de artes marciais Ângelo Pimentel Oliveira, de 31 anos, conhecido como "Bruce Lee", foi assassinado com vários tiros na noite desta segunda-feira (27), em um trecho da Rua Engenheiro Camillo Coullier, no bairro Primavera, em Arapiraca. 

Segundo a polícia, Ângelo foi perseguido por homens que  estavam em dois veículos, um deles um Uno, que não tiveram as placas anotadas. Bruce Lee terminou sendo alcançado e foi executado.

No local do crime, testemunhas contaram aos policiais que horas antes do crime, Ângelo Pimentel havia se envolvido em um acidente de trânsito, o que teria gerado uma confusão entre ele e o condutor do outro veículo. A polícia vai investigar se há relação entre a discussão e o assassinato.

A esposa da vítima, cujo nome foi preservado pela polícia, garantiu que o marido não tinha qualquer ligação com droga ou outros tipos de delito, ressaltando ainda que Bruce Lee não tinha inimigos declarados.

O crime será investigado pelos agentes da Delegacia Regional de Arapiraca.

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente