Prefeitura de Maceió vai realizar concurso para preencher 800 vagas

Acordo foi firmado entre Município e MPT; seleção deve preencher cargos em 7 secretarias

21/05/2010 18h44
Redação com Assessoria

A Prefeitura de Maceió deve realizar um concurso público com aproximadamente 800 vagas, que serão ocupadas em sete secretarias. Depois de um acordo fechado com o Ministério Público do Trabalho (MPT), o concurso deve ser realizado para suprir a carência de 300 vagas na Educação - principalmente para o cargo de porteiro -, 280 na Saúde, 135 na Assistência Social, 50 no Trabalho e Economia Solidária, 15 no Controle do Convívio Urbano, e 10 no Esporte e Lazer.

De acordo com o procurador do Trabalho Cássio Araujo, a realização do concurso para porteiro das escolas é uma reivindicação de professores e servidores da área administrativa, vítimas de assaltos constantes nas unidades. “A maioria das escolas não tem porteiros, o que deixa livre o acesso às unidades, fato que deixa vulneráveis os profissionais. Com a realização do concurso, o quadro de pessoal será reforçado e o problema da violência será resolvido”, disse.
 
Paralelo à realização do concurso, o município terá de apresentar o plano de atuação sobre a segurança das escolas. O prazo dado pelo procurador é 21 de junho, dia da próxima audiência. Além da Secretária Municipal de Educação, também serão beneficiadas as secretarias de Administração e Recursos Humanos, com abertura de 15 vagas; Saúde, 280; Assistência Social, 135; Trabalho e Economia Solidária, 50; Esporte e Lazer, 10; e Contro e Convívio Urbano, 15.

Desde 2009, o procurador tem realizado audiências para discutir o problema da falta de segurança nas escolas. O MPT, em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal, apresentou várias propostas ao município para tentar conter a violência. Uma delas foi a realização do concurso público. Cássio Araujo já havia encaminhado notificação recomendatória ao Comando da Polícia Militar solicitando a ampliação do número de viaturas do Batalhão Escolar.

O MPT iniciou as investigações após receber denúncia anônima sobre a falta de segurança para professores e demais trabalhadores da rede municipal de ensino. “Em inspeção realizada, percebemos que não era um fato isolado de uma ou outra unidade, por isso, ampliamos as discussões e chamamos os órgãos competentes para, juntos, buscarmos medidas para conter a violência e encontrarmos uma saída para melhoria das condições de trabalho”, destacou.

Prefeitura de Maceió
Procurada pelo Tudo na Hora, a Prefeitura de Maceió informou, por meio do secretário de Administração, Sérgio Vilela, que o concurso deve solucionar carências principalmente de cargos elementares. "Antes mesmo da ação do MPT, o prefeito Cícero Almeida já havia afirmado que realizaria um novo concurso público, com o intuito de suprir todas as carências existentes na máquina", garantiu, revelando que nos próximos dias o edital deverá estar sendo publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

 

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente