Chuva forte alaga bairros e deixa trânsito caótico em Maceió

Temporal com raios deixou bairros sem energia e semáforos apagados; riacho Salgadinho transbordou em Maceió

28/10/2010 13h35
Redação

- Atualizada às 18h30

Em Mangabeiras, a chuva causou um engarrafmento gigantesco (Foto: Afrânio Campos / Internauta)

A forte chuva que caiu em Maceió no início da tarde desta quinta-feira surpreendeu a todos e alagou vários bairros da região baixa da cidade. O Corpo de Bombeiros informou que recebeu dezenas de telefonemas de pessoas pedindo auxílio, mas nenhuma ocorrência grave foi registrada. A Defesa Civil informou que foram registradas 20 ocorrências, mas nenhuma com gravidade.

Segundo o meteorologista Humberto Barbosa, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), chegou a chover até 25 mm em menos de seis horas em alguns pontos da capital.

Em várias partes da avenida Fernandes Lima, o canteiro desapareceu, e o trânsito ficou congestionado. Os sinais do cruzamento com a avenida Rotary ficaram desligados, o que ampliou o caos no trânsito. A entrada do Cepa, no Farol, ficou completamente alagada.

O trânsito também ficou lento na avenida Durval de Góes Monteiro, com registros de pequenas colisões devido a falta de visibilidade provocada pela chuva. Na AL 101 Norte, em Jacarecica, a água que desce das encostas já invadiu praticamente os dois sentidos da pista.

Em nota, a Eletrobras informou que fortes chuvas e os inúmeros raios que atingiram Maceió deixaram alguns pontos da Capital sem energia. Bairros como Jacarecica, Riacho Doce e Ipioca chegaram a ficar totalmente sem o fornecimento de energia elétrica por aproximadamente uma hora. Jacintinho e Feitosa ficaram parcialmente sem energia durante duas horas. Já as localidades do Trapiche, Prado, Vergel e Ponta Grossa tiveram interrupção durante 24 minutos.

Estragos
O teto de uma lanchonete próximo ao shopping Farol não resistiu a força da água e desabou. Não houve feridos.

Também houve registros de alagamentos em várias ruas do Poço, Bebedouro, Farol e Levada, principalmente nas proximidades do Mercado Público de Maceió. Em Bebedouro, muitas ruas também não suportaram o volume d'água e transbordaram.

Na rua Miguel Palmeira, no bairro do Farol, a água atingiu quase 1m de altura. No Vale do Reginaldo, várias casas foram atingidas pela água. O riacho Salgadinho também transbordou.

As ruas da Ponta Verde também ficaram alagadas com chuva forte. Um dos pontos de alagamento é o da travessa Antônio Maciel de Oliveira, entre a rua Abdon Arroxelas e a avenida Deputado José Lages. A água alagou a calçada da rua e chega a passar pela porta dos motoristas de carros pequenos.

- Clique aqui e veja a galeria de fotos

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente