Quatro presos fogem do Baldomero; dois são recapturados

03/09/2011 08h57
Redação

Cícero Dionísio, um dos que conseguiram fugir do Baldomero (Crédito: Divulgação)
Cícero Dionísio, um dos que conseguiram fugir do Baldomero (Crédito: Divulgação)

Quatro presos fugiram do presídio Baldomero Cavalcanti no início da madrugada deste sábado (3). Dois deles foram recapturados.

Segundo o boletim policial, a fuga ocorreu pelos fundos do presídio. Os presos André da Silva Leite e Semeão dos Santos Oliveira foram recapturados por policiais com auxílio da guarda penitenciária, e levados de volta para as dependências conhecidas como “módulo do PCC”, para presos perigosos.

Os outros dois, José Cícero Dionísio e um comparsa conhecido como Nego Dé, não foram localizados e conseguiram fugir.

Bandidos perigosos

A Intendência Penitenciária confirmou que José Cícero Dionísio dos Santos é o traficante que mandou seu grupo matar e decapitar a doméstica Maria de Lourdes Farias de Melo, 27 anos, no Conjunto Carminha, no Benedito Bentes, no final de julho deste ano.

O outro que fugiu e não foi recapturado é igualmente perigoso. José Antônio Ferreira dos Santos, mais conhecido como ‘Nego Dé’, é acusado de ser o autor de pelo menos 17 assassinatos nos últimos meses, na região do Village Campestre, na parte alta da cidade.

Nego Dé já havia conseguido fugir da Unidade de Internação de Jovens e Adultos (antigo CRM), para onde fora levado aos 17 anos de idade por porte ilegal de arma de fogo. Passou apenas nove meses no sistema.

 

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente