V Bienal Internacional do Livro trará oficinas inclusivas

27/09/2011 10h59
Da Redação

A reitora da Ufal,  Ana Dayse, compareceu ao lançamento (Crédito: Tudo na Hora)
A reitora da Ufal, Ana Dayse, compareceu ao lançamento (Crédito: Tudo na Hora)

A V Bienal Internacional do Livro em Maceió espera um recorde no número de visitantes neste ano. A organização estima que cerca de 200 mil pessoas compareçam ao evento, que acontece no Centro de Convenções, no período de 21 a 30 de outubro. Na manhã desta terça-feira (27), foi realizado o lançamento do evento durante um café-da-manhã no Hotel Ponta Verde.

Para a edição de 2011, a organização traz uma grande novidade: o site do evento está disponível para portadores de deficiência visual. A página do site terá o sistema audível (Uma pessoa falando tudo o que está disponível no site). Além de 14 oficinas de literatura inclusiva nas mais diversas modalidades: braile, libras e oficinas voltadas para portadores de deficiência intelectuais e múltiplas.

Nesta 5ª edição, também haverá o lançamento de 315 livros, sendo 80 deles da Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal). A Bienal vai reunir representação de mais de 500 editoras com aproximadamente 22 mil livros. Estão na programação, 102 palestras, 57 oficinas, quatro seminários, um simpósio, 22 mesas-redondas, um fórum, além de performances, espetáculos e contações de histórias.

Serão 147 estandes. No ano passado, a 4ª edição levou cerca de 160 mil visitantes. A Bienal do Livro funcionará das 10h da manhã até às 22h durante no período de 21 a 30 de outubro com entrada gratuita.

 

 

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente