Listão de monitores convocados para escolas só sai na próxima semana

11/10/2012 09h16
Da Redação, com assessoria

Monitores vão reforçar trabalhos nas salas de aula em Alagoas (Crédito: Agência Alagoas )
Monitores vão reforçar trabalhos nas salas de aula em Alagoas (Crédito: Agência Alagoas )

Apesar de aprovados na seleção realizada pelo governo estadual, os monitores da Educação só saberão se vão ser convocados para trabalhar nas escolas públicas a partir da próxima semana. Durante reunião realizada na sede da Secretaria, nesta quarta-feira (10), os 15 coordenadores Regionais de Educação receberam instruções e materiais para o procedimento de contratação dos profissionais.

Os candidatos que se submeteram à seleção podem conferir a lista de aprovados e o edital do certame no site da Copeve.

O resultado oficial da seleção será homologado pela secretaria da Educação nos próximos dias e publicado no Diário Oficial do Estado. Os aprovados serão chamados após levantamento da carência identificada nas unidades de ensino, pelas Coordenadorias Regionais de Educação, também por meio de despacho publicado oficialmente.

O prazo para apresentação do aprovado é de dez dias, na CRE onde realizou inscrição. “Vamos lotar o número de profissionais que cada Coordenadoria convocar. A carência de cada região é específica e muito flexível”, comenta Adilma Carla, membro da comissão do processo seletivo. 

Os aprovados serão contratados por tempo indeterminado, com período máximo de duração do contrato de 24 meses. A jornada de trabalho dos contratados será de 20 horas semanais para os classificados nos Anos Iniciais e até 40 horas semanais para os que atuarão com disciplinas dos Anos Finais e Ensino Médio.

Formação de conselheiros escolares e merendeiros 

Durante o encontro, os coordenadores Regionais de Educação também receberam detalhes sobre as formações que serão realizadas com conselheiros escolares e merendeiros a partir da próxima semana. A capacitação com merendeiros tem início no próximo dia 16 deste mês, contemplando profissionais de escolas pertencentes às 15 regionais de Educação.

São quatro horas de formação envolvendo temas relacionados as boas práticas na fabricação de alimentos, cardápio regionalizado, além do uso, manipulação e fornecimento da merenda escolar. Os conselheiros escolares de todas as unidades de ensino da rede estadual, durante dois dias, estarão envolvidos em uma formação de oito horas sobre a prestação de contas dos recursos da merenda e dos demais recursos destinados a escolas da rede estadual. 

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente