Sem-teto acusados de desmatar terreno terão que desocupar área

14/08/2013 14h40

PM esteve no local para negociar desocupação (Crédito: TNH1)
PM esteve no local para negociar desocupação (Crédito: TNH1)

A Polícia Militar (PM) negociou a saída das 70 famílias que ocupam, desde a manhã dessa terça-feira (13), um terreno da empresa Base Empreendimentos às margens da Avenida Pierre Chalita, no Sítio São Jorge. Os ocupantes vão deixar o local até o meio-dia desta quinta-feira (15), segundo informou a PM.

Segundo o líder do Movimento Via do Trabalho (MVT), Marcos Antônio da Silva, o “Marrom”, não houve outra alternativa para o grupo a não ser desocupar a área. “Tivemos que ceder depois de toda a pressão que estamos sofrendo desde ontem”, lamentou.

Uma guarnição da PM acompanhou, na manhã de hoje, o representante da empresa proprietária do terreno, o advogado Pedro Carvalho, que esteve à frente das negociações.

Marrom disse ao TNH1 que a coordenação dos movimentos Luta pela Terra (MLT) e Via do Trabalho (MVT) está buscando uma nova área dentro da cidade para alojar, mesmo que provisoriamente, as 70 famílias.



Fonte: Agência Brasil

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente