Após bloqueio, trânsito da rodovia BR-101 é liberado em Teotônio Vilela

26/02/2013 08h04
Da Redação

Trânsito registrado na região já é considerado intenso' (Crédito: Divulgação)
Trânsito registrado na região já é considerado intenso' (Crédito: Divulgação)

Atualizada às 11h31

As duas vias da BR-101, no município de Teotônio Vilela, distante 91 km de Maceió, foram interditadas por trabalhadores da usina Guaxuma nesta terça-feira (26). Segundo a assessoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista foi liberada por volta das 11h da manhã. O trânsito na região ficou congestionado durante o protesto.

Os funcionários da usina protestavam pelo pagamento de salários atrasados. De acordo com um fornecedor da empresa, que não quis se identificar, os trabalhadores das três usinas alagoanas do Grupo João Lyra estão sem receber há três meses. "Além da Guaxuma, também não pagaram aos trabalhadores da Uruba e Laginha. Eles não receberam metade do 13º, como havia sido prometido", acrescentou.

A Justiça havia decretado a falência do Grupo João Lyra em novembro do ano passado. A decisão, entretanto, foi derrubada pelo presidente do Tribunal de Justiça à época, desembargador Sebastião Costa Filho. 

Segundo o fornecedor, a situção das usinas é "muito preocupante". Ele diz que não há sequer óleo diesel, combustível usado nas máquinas das empresas. Durante o protesto, os motoristas foram orientados a transitar em vias alternativas.

Procurada pelo TNH1, a assessoria do Grupo João Lyra disse estar ciente do protesto e afirmou que o pagamento dos funcionários seria liberado ainda hoje.

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente