Campanha vacina jovens entre 11 a 13 anos contra o HPV

12/03/2014 14h23

Adolescentes são vacinadas e orientadas sobre a importância da vacina como meio de prevenção (Crédito: Agência Alagoas)
Adolescentes são vacinadas e orientadas sobre a importância da vacina como meio de prevenção (Crédito: Agência Alagoas)

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realizou, nesta segunda-feira (10), a abertura da Campanha de Vacinação contra o HPV. Com a iniciativa do Ministério da Saúde (MS), a ação tem o objetivo de imunizar adolescentes do sexo feminino entre 11 e 13 anos, em todas as escolas (públicas e particulares), até o dia 10 de abril. Em Alagoas, a ação da Sesau teve início na Escola Estadual Maria José Loureiro, localizada no Cepa, e até o final da campanha vai vacinar as adolescentes matriculadas no Centro Educacional.

A meta em Alagoas é vacinar 80% da população alvo, o que representa 82.411 meninas. Segundo a gerente estadual de Doenças Imunopreveníveis, Denise Castro, a partir da vacinação o Estado vai prevenir a infecção pelo vírus HPV, que representa a segunda maior causa de morte por câncer entre mulheres no Brasil.  

A adolescente Thainá Beatriz dos Santos, 12 anos, foi informada sobre papilomavírus humano (HPV) e a importância da vacinação na própria escola. “Como moro perto de uma unidade de saúde, os profissionais de lá também me alertaram. Hoje estou participando da iniciativa que sei que é para o bem da minha saúde”, contou a estudante da Escola Estadual Maria José Loureiro.

“Já as adolescentes que estiverem fora do ambiente escolar, devem procurar a unidade de saúde mais próxima”, alertou Denise Castro, acrescentando que após a vacinação, as adolescentes já saem com o agendamento da segunda dosagem (a ser realizada após seis meses) e terceira dosagem (após cinco anos), além da caderneta de vacinação, para acompanhar as etapas de imunização.

A coordenadora pedagógica da Escola Estadual Maria José Loureiro, Maristela Nunes, esclareceu que os professores de Ciências foram instruídos a explicar às alunas sobre as causas e sintomas do HPV, assim como os meios de prevenção. Além da importância da higienização - visto que a doença não é transmitida apenas por via sexual. As 245 jovens matriculadas na escola (com a faixa etária da campanha) foram alertadas sobre a necessidade de vacinação como meio de se prevenirem do vírus.  

Participaram da abertura da campanha de vacinação contra o HPV, a superintendente estadual de Vigilância em Saúde, Sandra Canuto; a diretora estadual de Vigilância Epidemiológica, Cleide Moreira; a gerente estadual de Doenças Imunopreveníveis, Denise Castro; e a assessora técnica da Vigilância em Saúde, Graça Correia; além de integrantes da Educação estadual.

O HPV (papilomavírus humano) é o nome genérico de um grupo de vírus que engloba mais de cem tipos diferentes, que pode provocar a formação de verrugas na pele, e nas regiões oral, anal, genital e da uretra. As lesões genitais podem ser de alto risco, ocasionando o câncer de colo do útero e do pênis. A transmissão se dá predominantemente por via sexual, mas existe a possibilidade de transmissão vertical (mãe/feto), ou através de objetos contaminados pelo vírus.



Fonte: Agência Alagoas

Uma janela foi aberta com a versão para impressão
Caso não tenha aberto, clique aqui para abrir novamente